Aécio cedeu aviões do governo de Minas Gerais para celebridades e políticos

Luciano Huck (ao fundo) amigo de todas a horas de
Aécio e passageiro hatibué dos aviões públicos de Minas
Era uma verdadeira festa. Além de fazer 124 viagens, usando aviões do governo de Minas, para o Rio de Janeiro (veja aqui), as mesmas aeronaves foram utilizadas para deslocamentos de celebridades, empresários e pessoas que não tem nenhuma relação com o governo mineiro.

A informação divulgada pela Folha de São Paulo mostra que o Aécioporto fez 198 viagens levando pessoas alheias a administração pública. Nesses vôos não estavam presentes nem Aécio, nem qualquer secretário de governo.

Mas a lista de celebridades e empresário é enorme. Entre ele estão o amigo e apoiador político Luciano Huck, a dupla Sandy e Junior, os atores José Wilker e Milton Gonçalves e o todo poderoso executivo da Globo José Bonifácio Sobrinho, do Boni.

O dono da Veja também teve um vôo pago pelo contribuínte mineiro. Roberto Civita e sua mulher usaram uma aeronave de Minas Gerais em 2010.

Outro que usava aviões público sem pagar é o ex-presidente da CBF, Ricardo Teixeira. Foram passageiros, também, diversos políticos tucanos, com ou sem mandato, além de políticos de outros partidos. Até jornalistas tinham acesso a esses vôos que saiam dos cofres do governo de Minas Gerais.

Esses agradinhos, feitos do dinheiro público, acabavam rendendo beneses junto a empresários, futuros financiadores de campanha, ou a jornalistas que rendiam matérias e comentários elogiosos, na Veja até capa de revista rendeu. Além disso as celebridades globais emprestavam seu prestígio para o ambicioso político mineiro.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mauro Pereira, fiel escudeiro de Eduardo Cunha na Câmara de Deputados

É um absurdo: Lasier Martins arranjou emprego para a namorada na Assembleia Legislativa

TV Caxias terá bens leiloados