terça-feira, 10 de novembro de 2015

Globo reconhece que mentiu

Com medo de uma pesada condenação judicial o jornal O Globo teve que finalmente admtir que seu veículo mente. 

Mentiu descaradamente na capa de 11 de outubro quando estreou, de "forma triunfal", do ex-Veja, Lauro Jardim. A manchete era: "Baiano diz que pagou contas do filho de Lula". 

O "furo exclusivo" se transformou numa "barrigada" (termo jornalístico para informação publicada errada) criminosa. 

Processada por Fábio Luís Lula da Silva, o Lulinha, o jornal teve que admitir que ele não é citado nenhuma vez na delação premiada de Fernando Baiano. 

Mas, obviamente, O Globo não deu a mesma visibilidade da manchete inicial. A retração foi uma nota, que apesar de ser na capa, não teve o mesmo peso da mentira. 

Pior do que isso são as centenas de publicações derivadas da mentira publicada no O Globo. Além de rádios e jornais que reproduziram o conteúdo e, provavelmente, não irão reproduzir o desmentido, centenas de blogs de direita e reacionários continuam com o conteúdo como se verdadeiro fosse. 

Esse exemplo torna cada vez mais evidente que a grande mídia precisa de uma fiscalização social permanente, para que maus jornalistas não prosperem divulgando mentiras nas páginas de jornais. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Somos responsáveis, mesmo que indiretamente, pelo conteúdo dos comentários. Portanto textos que contenham ofensas, palavrões ou acusações (sem o fornecimento de provas) serão removidos. Se quiser falar algo que necessite de anonimato use o email polentanews@gmail.com