Mais uma vez o governo municipal milita em favor da Visate.

Segundo informações veiculadas no Jornal Pioneiro, a Secretaria de Trânsito e Transportes pretende enviar ao Conselho Municipal de Trânsito proposta restritiva às gratuidades atualmente concedidas aos idosos com idade entre 60 e 65 anos e a toda a população no último domingo do mês.

Na notícia, não se encontra nenhum pedido por parte da Visate nem números que embasem tal restrição.

Mais uma vez quem terá de pagar o pato é a população. Se os custos da concessionária de trasporte público aumentaram, por que não reduzir lucros? Sempre e sempre somente os prejuízos são compartilhados.

Infelizmente, do alto de suas caminhonetes, os governantes não sabem da importância que tem uma passagem gratuita de transporte coletivo para, uma vez no mês, a população carente poder desfrutar de opções de lazer longe de seu bairro, ou então ter a alegria de visitar um familiar distante. Não sabem como custa caro os R$ 5,00 da passagem para os idosos que, em sua maioria recebem apenas um salário mínimo de aposentadoria.

Causa espanto que os Secretários do prefeito estejam ventilando a possibilidade de extinguir a gratuidade aos idosos quando a lei que instituiu tal benefício no município foi proposta por Alceu (PDT), então vereador, Geni Petteffi (PMDB) e Leonel Pinto (PT) em 2004.

Aliás, apesar da previsão Constitucional estabelecer que os idosos com mais de 65 anos tem direito ao transporte coletivo gratuito, o Estatuto do Idoso estabelece que cada localidade legislará acerca da gratuidade às pessoas compreendidas na faixa etária entre 60 e 65 anos de idade.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mauro Pereira, fiel escudeiro de Eduardo Cunha na Câmara de Deputados

É um absurdo: Lasier Martins arranjou emprego para a namorada na Assembleia Legislativa

TV Caxias terá bens leiloados