sexta-feira, 13 de novembro de 2015

Manifestante de acampamento anti-Dilma é preso com "arsenal" em veículo

Um dos manifestantes acampados em frente ao Congresso Nacional foi preso no final da tarde de ontem em Brasília. Em um veículo que dirigia foi encontrado uma pistola Taurus .380, um caniveve adaptado como soco inglês, sprays de mostarda, um porrete e diversos furadores de coco (que são verdadeiras facas). 
 
A prisão foi feita no momento em que ele registrava um boletim de ocorrência contra uma outra pessoa, que era apoiador do governo, e que ele havia discutido. O homem que estava sendo acusado disse que havia sido ameçado por um revolver e sugeriu que os policiais olhassem no carro do acusador. Foi aí que a polícia descobriu esse armamento. O homem, que segundo as informações disponíveis, é sargento reformado da PM do Distrito Federal. 
 
Segundo os próprios manifestantes que foram tentar liberar o Sargento ele dizia que iriam matar Dilma e jogar uma bomba no Congresso Nacional. E oportunidade ele tinha já que estava acampado à 100 metros do Congresso Nacional e a 20 metros do Itamaraty. Tudo isso com acobertamento dos manifestantes. 
 
O caso foi registrado na 5ª Delegacia de Polícia do Distrito Federal e o meliante foi levado para o presídio da Papuda onde está preso. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Somos responsáveis, mesmo que indiretamente, pelo conteúdo dos comentários. Portanto textos que contenham ofensas, palavrões ou acusações (sem o fornecimento de provas) serão removidos. Se quiser falar algo que necessite de anonimato use o email polentanews@gmail.com