segunda-feira, 16 de novembro de 2015

"Povo brasileiro de merda" diz manifestante anti-dilma após fracasso de protesto

Desesperados com o fracasso de seu movimento manifestantes pró-impeachment partiram para atitudes desesperadas nesse domingo. Diferente de agosto o que se viu nos atos convocados pelo Movimento Brasil Livre (MBL), Revoltados Online e outros não reuniram quase ninguém. Na maioria do Brasil nem sequer houveram movimentos.

Em Brasília onde há um grupo acampado na frente do Congresso Nacional (na verdade há mais barracas de acampados) o movimento não reuniu mais de 500 pessoas. Havia mais policiais que manifestantes.

Atordoados com a baixa adesão as poucas pessoas presentes resolveram partir para atitudes irresponsáveis. O vídeo abaixo mostra uma delas. Eles queriam invadir o prédio do Congresso Nacional. A Policia Militar e a Policia Legislativa (que cuida da segurança dentro do Congresso) fizeram um cordão de isolamento. Para desespero dos "coxinhas", que perceberam como é uma intervenção militar que eles tanto defendem, os policias não estavam lá para tirar fotos e sim para impedir que um bando de malucos depredassem o patrimônio público.

Em um determinado momento do vídeo, a pessoa que estava filmando, faz um desabafo: "Povo brasileiro de merda". Ele cobrava a baixa adesão da população.

Essa atitude demonstra o que já se via percebendo a algumas semanas. O movimento do impeachment naufragou. Esses grupos, profundamente aliados ao presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB/RJ), foram arrastados com ele para a mesma lama. O povo decidiu não embarcar mais nessa canoa furada do impeachment.

Só sobraram meia dúzia de lunáticos.



2 comentários:

Somos responsáveis, mesmo que indiretamente, pelo conteúdo dos comentários. Portanto textos que contenham ofensas, palavrões ou acusações (sem o fornecimento de provas) serão removidos. Se quiser falar algo que necessite de anonimato use o email polentanews@gmail.com