segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Manipulação, desinformação e corporativismo na discussão do número de vereadores

Foto: Leticia Rossetti
Dizer que “nunca antes na história de Caxias do Sul” se fez uma discussão tão ruim como a do número de vereadores de nossa cidade seria um exagero, até por que já houveram discussões muito piores. A diferença é que essa ganhou proporções mais públicas que as demais. Já havíamos alertado para que as pessoas não se deixassem manipular pelo “grande mídia” (veja post). Apesar de fazer quase uma semana da decisão nos achamos na obrigação de continuar falando no assunto e pontuarmos o que acreditamos ser as palavras chaves dessa discussão.

Manipulação: O jornal Pioneiro começou com a ideia de que seria um aumento de 17 para 23 vereadores e disse isso até o fim (mesmo colocando num cantinho bem pequeninho que seriam 21 se nada mudasse). O impressionante é que todos os outros meios de comunicação entraram na onda e não questionaram, em nenhum momento, essa “informação”.

Coube ao Pioneiro, então, agir como articulador de um movimento contra o aumento do número de vereadores e não jogou leve. Foram dezenas de matérias, colunas e comentários. O jornal inclusive fez uma enquete com a mesma base científica da que nós fizemos no nosso site, ou seja, NENHUMA. O Pioneiro baseou-se na “opinião publicada”, e com ela, tentou manipular a opinião pública.

Desinformação: Como não tinham uma fonte confiável de informação dezenas de pessoas embarcaram na história de o número de vereadores seria aumentado de 17 para 23 (quando na verdade era de 21 para 23). Um movimento foi feito, houve coleta de assinaturas e houve muita, mas muita bobagem dita (e as pessoas tem todo o direito de dizer quantas bobagens quiserem).

O que poderia ser um debate sobre a reforma política, ou até sobre o próprio legislativo, virou uma discussão que podia levar a algo muito perigoso, a ideia de que tem que fechar as Câmaras de Vereadores, Assembleias Legislativas ou o Congresso. A desinformação é terreno profícuo para a disseminação de ideias autoritárias e foi justamente isso que aconteceu.

Fizemos uma enquete também, como o Pioneiro, que, como a do jornal, não tem nenhuma base científica. A diferença é que acrescentamos a verdade na pergunta e nas respostas. Nela a pessoa podia assinalar se achava que deviam ser 17 vereadores, ou 23, ou manter o número que está na Lei Orgânica, 21. Ainda podia escolher a opção “devemos discutir como os vereadores são eleitos”. Não deu outra. Quando as pessoas são confrontadas com os fatos suas opiniões são muito mais lúcidas. Ganhou, com 48% dos votos, a opção: “Não adianta discutir número se não discutir como os vereadores são eleitos” (veja abaixo).



Corporativismo: Se o debate promovido pelos “meios de comunicação” foi ruim, o promovido pelos vereadores foi pior ainda. Utilizando-se da lógica de que “remédio ruim é dado de uma vez só”, antecipou a votação da alteração do número de vereadores e patrocinou um show de baixarias durante a sessão da Câmara do último dia 10.

Foram inúmeras trocas de acusações e ofensas não só entre os vereadores mas também direcionadas ao público. Ficou muito difícil para qualquer pessoa inteligente justificar o aumento do número de vereadores. Sobraram pérolas e mais pérolas (que iremos publicar aqui com o passar do tempo).

Não ganhou a democracia. Ganhou o discurso rebaixado, ganhou a desqualificação e ganhou a má política. Tudo isso patrocinado por quem queria justificar que o aumento do número de vereadores era necessário.

Também foi corporativa a única entidade que se manifestou favorável ao aumento do número de vereadores, a UAB. Como tem vários diretores que serão candidatos usaram de uma agilidade enorme (que não foi vista em outros momentos) para aprovar uma resolução em apoio à proposta. Na lógica desses candidatos do “movimento comunitário”, realmente, quanto maior o número de vereadores maior são as suas chances já que realmente tem menores recursos.

Na verdade essa deveria ser a grande discussão. Com voto nominal e financiamento privado o poder econômico tem muita influência nas eleições e elege os seus candidatos. Paradoxalmente é esse mesmo poder econômico que quer menos vereadores!

Nossa enquete

Abaixo publicamos os comentários que nossos leitores fizeram em relação a discussão do número de vereadores em Caxias do Sul.

Claucir J. Sartori · Quanto maior for a representatividade, melhor para a população!

Fernando Gonçalves Dos Reis - Está na Lei orgânica, que seja cumprida e que os vereadores se dediquem a trabalhar mais; 4 meses de médicos em greve é um "mico".

Lisiane Zago - Para mim, o ideal seria poder escolher duas alternativas. Afinal, não tenho dúvidas de que o número atual de vereadores para um município como Caxias do Sul é insuficiente. Optaria, sem dúvida, pelas alternativas 3 e 4. Precisamos de mais representatividade na Câmara.

Vinicius Postali · Não adianta mais vereadores numa camara de cartas marcadas, precisamos aprofundar o debate da reforma politica já!

Vagner Reis Elias · A quem interessa não deixar o povo comum concorrer?

Marcelo Goiaba Goiaba · O debate central é uma reforma política.

Leônia Bacchi · Seria uma boa hora para o Brasil discutir a reforma política !!!Deviam aproveitar...

Sandra Sudbrack - Reforma política já!Concordo plenamente mas neste MOMENTO discute-se NUMEROS e nada mais."Portanto toda essa discussão de ficar em 17 é falsa. A população caxiense foi enganada pelo Pioneiro. Todos os seus colunistas, editores, comentaristas falam em 17 e só muito de relance alguém falou que a Lei Orgânica já fixa 21."(Polentanews)

Tina Andrighetti - De fato, Caxias está crescendo tto, que poderíamos precisar de mais vereadores. PQ não? Mas, pq sim? Acontece que não tem como saber isso, se mal se sabe o que 17 fazem. E quem já assistiu uma sessão na Câmara, sabe que láé um circo dos horrores, um festival de de desinteresse na população em contaponto ao umbigo. Salvo algumas raras exceções. Tem-se que inverter posturas a exemplo do Vinícius Ribeiro, que diz estar aberto a argumentos não 23. São os vereadores que deveriam estar argumentando pra população o aument para 23. Cada vez mais assimilo que HONESTIDADE E AUTORIDADE (não autoritarismo) é uma questão de COMPETÊNCIA. Sim,precisa de uma reformapolítica, mas mto mais precisamos de GENTE que queira ser feliz e fazer GENTE feliz!!!!!!!!!!!!!!

Jusara Roncatto · sou a favor da democracia, por iso sou favorável de termos 23 vereadores, com a redução de verba orçamentária.

Solange De Moraes Guerra - E essa discussão sobre como os vereadores são eleitos, tem que ser URGENTE!

Gilmar Vicente · Discutir o número de vereadores nao resolve nada até não decretar o salário dos mesmos no valor máximo de um mil reais por mes! Ai eu queria ver quantos iriam querer ser vereador, corja de ladrões!



Um comentário:

  1. Matematica,nao sei se se junta apolitica, creio que sim. Sendo assim, vamos aos numeros: populacao caxiense +- 500mil habitantes, deixemos por ese numero que se torna mais facilpara todos a tal monstruosa matematica, e temos hj 16 vereadores,certo? Isso antes da tal aprovação de 23. Seguindo o raciocinio, temos em media para cada vereador um numero de +- 29,5mil habitantes, sendo que nao podemos cortar as pessoas ao meio. Entao a pergunta é será que os vereadores que sao eleitos pela "população" nao conseguem dar conta desses numeros? Mesmo com a contratação de seus ceces? Sera´que realmente tem gente que nao faz nada,por isso a necessidade de "termos mais 6 sugadores?" REFORMA POLITICA JÁ!

    ResponderExcluir

Somos responsáveis, mesmo que indiretamente, pelo conteúdo dos comentários. Portanto textos que contenham ofensas, palavrões ou acusações (sem o fornecimento de provas) serão removidos. Se quiser falar algo que necessite de anonimato use o email polentanews@gmail.com