quarta-feira, 11 de março de 2015

Saiba quem está organizando o protesto contra Dilma em Caxias

O protesto do dia 15 de março, que apoia o impeachment da presidenta Dilma Rousseff, em Caxias do Sul conta com mais de 40 mil confirmados segundo o Facebook. Convocado como apartidário o movimento esconde, na sua organização fortes vínculos com o Partido Progressista (PP) e com deputados citados, pelo Ministério Público Federal, na lista da Operação Lava.

Beto Maurer, um dos principais organizadores do ato, é ligado ao PP, partido com o maior número de políticos investigados na operação Lava Jato. Dos 47 políticos investigados pelo procurador Rodrigo Janot, 32 são do PP, ou seja, 2/3 da lista.

A ligação se comprova com uma rápida consulta no Facebook. Na relação de amigos de Maurer está o deputado estadual Marcel Van Hattem (PP). Obviamente somente isso não diz nada. Porém, em seu álbum de fotos Maurer aparece abraçado com o deputado durante um protesto contra o PT, realizado em Porto Alegre. De acordo com o site Sul21, Van Hattem recebeu R$ 20 mil em doações eleitorais do deputado federal Renato Mölling (PP), político investigado na operação Lava Jato.



A matéria pode ser conferida aqui.


Esta relação não termina por aí. Em postagem no evento do ato, com data de 10 de março, Maurer afirma: “fundamos hoje o Movimento brasil (sic) Livre de Caxias do Sul...”. Esse movimento também é ligado a Van Hattem. Inclusive, na capa da página da seção caxiense, aparece a seguinte frase do deputado: “Eu não quero viver em outro país, eu quero viver em outro Brasil”. Esta conexão fica evidente na capa do evento Impeachment Já, onde o Movimento Brasil Livre é citado.



Afinal de contas, este ato é apartidário e quer mudanças no Brasil ou será que é partidário com interesse de desgastar a presidenta Dilma Rousseff? Tire suas conclusões.

6 comentários:

  1. Com certeza deve haver um dedo político na organização do protesto, mas tenho convicção de que o sentimento de revolta que tomou conta do povo diante de tanta falta de caráter por parte dos dirigentes do nosso país é que vai falar mais alto.

    ResponderExcluir
  2. Com certeza deve haver um dedo político na organização do protesto, mas tenho convicção de que o sentimento de revolta que tomou conta do povo diante de tanta falta de caráter por parte dos dirigentes do nosso país é que vai falar mais alto.

    ResponderExcluir
  3. Dedo politico? É um movimento político, de oposição ao governo... Porém não é partidário nem tem patrocínio de partidos.. Hj fizemos uma vaquinha entre os organizadores pra fazer uma faixa, nem panfleto deu pra fazer... E eu perco meu tempo aqui.. Sei que não publicarão... Como meu outro comentário...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seu comentário está publicado como você pode perceber. Aqui não fazemos censura prévia, por isso defendemos a democracia e não a ditadura como alguns...

      Excluir
    2. Hahahaha, quanto idiotice. Vão dizer que é o PSDB, a CIA, os Rockfeller, o Eike, ops ele não. Sério, sem crédito algum esse blog.

      Excluir
    3. Se fossemos sem crédito não teríamos a sua audiência. Essa postagem foi publicada no evento do 15 de março em Caxias do Sul e só duas pessoas apareceram para comentar. Parece que não há pessoas reais por trás desse movimento...

      Excluir

Somos responsáveis, mesmo que indiretamente, pelo conteúdo dos comentários. Portanto textos que contenham ofensas, palavrões ou acusações (sem o fornecimento de provas) serão removidos. Se quiser falar algo que necessite de anonimato use o email polentanews@gmail.com