terça-feira, 10 de março de 2015

Vai protestar? Dia 13 ou dia 15?

As redes sociais transformaram o protesto “em defesa da democracia” marcado para o dia 15 de
março como algo com proporções muito maiores ao que efetivamente terá.

Muitas pessoas desavisadas e ingênuas estão participando da divulgação do ato (algumas até participarão) pensando se tratar de algo parecido com as manifestações de 2013.

Porém, o tal protesto do dia 15 está impregnado de segundas, terceiras e quartas intenções. Os movimentos que estão articulando o ato nem de longe se parecem com aqueles que deflagraram os protestos de 2013. Desta vez tem muito dinheiro em jogo e a elite está em peso incitando o ódio e o caos. O movimento não tem a legitimidade que quer ter.

Então, quem está arquitetando o dia 15? A elite brasileira! Os empresários, maçons, militares da reserva, ruralistas, a MÍDIA! Procure e verás! É claro como a luz do sol. Só não vê quem ignora a manipulação midiática que o povo brasileiro está sofrendo.

O protesto do dia 15 quer desestabilizar o governo, difundir o caos e só tem um objetivo: levar a direita novamente ao poder. A historinha pra boi dormir de combate à corrupção é apenas a cortina de fumaça que esconde os interesses obscuros de uma elite sedenta por voltar ao poder.

Em contrapartida, no dia 13 de março os reais movimentos sociais do Brasil estarão nas ruas. A
classe trabalhadora, o movimento feminista, sindicatos, trabalhadores do campo não deixarão passar em brancas nuvens esse atentado odioso contra a esquerda.

O ato do dia 13 foi chamado em contrapartida ao movimento golpista organizado pela direita e irá defender a Petrobrás, o fim do financiamento privado das campanhas eleitorais e a manutenção dos direitos dos trabalhadores.

Quem é do povo, quem defende os pobres e a democracia e tem noção da acirrada luta de classes que o Brasil enfrenta nos últimos anos sabe de qual ato participar!



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Somos responsáveis, mesmo que indiretamente, pelo conteúdo dos comentários. Portanto textos que contenham ofensas, palavrões ou acusações (sem o fornecimento de provas) serão removidos. Se quiser falar algo que necessite de anonimato use o email polentanews@gmail.com