domingo, 26 de junho de 2011

Nova tentativa da Veja desestabilizar o país cai por terra

A revista Veja, que por incrível que pareça já foi um veículo sério, tentou criar mais um factóide ontem, 25, mas caí por terra. Um dos colunistas chinfrins, por que ninguém sério se exporia ao ridículo, publicou uma nota dizendo que havia incoerências na declaração de imposto de bens feita pela atual Ministra da Casa Cívil, Gleisi Hoffmann. A nota dizia que ela tinha um apartamento de 412 m², num bairro nobre de Curitiba e que o apartamento valia pelo menos R$ 900 mil, ao invés dos R$ 245 mil declarados.

Ma isso não passa de uma grande mentira, mais uma, da Veja. A nota abaixo, com fina ironia, a Ministra demonstra os inúmeros erros da matéria (que tem só 6 linhas). Inclusive pede se alguém quiser comprar o apartamento pelo valor que a revista "diz que vale", ela até se dispõem a conversar.

O "colunista" fez uma pequena retratação, mas não publicou a nota da Ministra, mais uma demonstração da falta de ética da Veja. Abaixo segue a nota da Ministra.
Sr. Lauro Jardim
Editor da Coluna Radar
Revista Veja
O apartamento que possuo em Curitiba tem menos de 190 metros quadrados de tamanho e não 412 metros, como afirma nota divulgada hoje, 25, no Radar on-line. Há outros erros na nota. A saber: diferentemente do que informa Lauro Jardim, a lei não permite, mas DETERMINA que o valor declarado ao Imposto de Renda seja o de compra. Assim, o apartamento, que adquiri em 2003, tem sido declarado pelo valor de compra desde a declaração de 2004. Sobre o valor de R$ 900 mil, citado na nota: é claro que meu apartamento valorizou-se nestes oito anos após a compra, mas, se Lauro Jardim ou o corretor que, diz ele, avaliou o imóvel, desejarem comprá-lo por este preço, podemos conversar.
Gleisi Hoffmann

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Somos responsáveis, mesmo que indiretamente, pelo conteúdo dos comentários. Portanto textos que contenham ofensas, palavrões ou acusações (sem o fornecimento de provas) serão removidos. Se quiser falar algo que necessite de anonimato use o email polentanews@gmail.com