terça-feira, 6 de setembro de 2011

A província de Caxias do Sul e o padrão de beleza italiano

A cada dois anos, quando se realiza a Festa da Uva me pergunto: para que serve a rainha e princesas da festa? Para divulgar o evento? Para "embelezar" a festa? desculpe... não tenho muitas teorias para explicar esse costume.

Mas pior ainda, me questiono sempre: o que faz uma jovem querer ser rainha da Festa da Uva? Bom, aí tenho várias teorias (e uma não exclui a outra): Começar a carreira de modelo... ser conhecida e reconhecida em toda a cidade... mostrar sua beleza para toda a comunidade caxiense... provar que é muito mais bonita que todas as outras embaixatrizes que não venceram o concurso... provar que além de mais bonita é também mais inteligente, já que o critério não é apensa beleza... ou receber o automóvel que será dado à vencedora...

Bem, não importa. O que importa é constatar que em pleno 2012 Caxias continua a manter tradições um tanto quanto arcaicas. O concurso que elege as soberanas da Festa da Uva apenas reforçam maus esteriótipos: além de ser um concurso de beleza, que é uma bobagem, reforça o padrão de beleza italiano: quanto mais brancas as mulheres, melhor; quanto mais italiano o sobrenome, melhor. Se esquecem, porém, que nossa cidade, graças a diversos fatores, está muito mais diversificada. Há negras, brasileiras, Silvas, Santos, Pereiras...


A colonização italiana e o papel protagonista renegado às mulheres

Além disso, a origem da escolha das soberanas nos remete a um passado ainda mais machista e preconceituoso com as mulheres. O exemplo mais simbólico é, inclusive, o Monumento ao Imigrante, em que o homem, altivo e inteligente, mira o horizonte à procura de um futuro promissor, enquanto a mulher, recatada, cumpre o seu papel: cuidar do filho do casal.

Assim, que papel poderiam dar às mulheres em 1933, senão o de "embelezar" a festa? Graças ao empreendedorismo masculino e a criação da Festa Nacional da Uva os homens, logicamente, afastaram as mulheres de qualquer papel decisório da construção da festa e se "esqueceram" do real papel das mulheres na imigração italiana.

As mulheres tiveram e têm sim um papel protagonista na vida do campo. Trabalham, na verdade, muito mais que os homens, pois além de cuidar da colheita, ainda mantém a casa e o cuidado das crianças. Dessa forma, tanto no passado como hoje, as mulheres desempenham papel protagonista no trabalho rural e ao lado dos homens desbravaram essas terras e com suas mãos fizeram a colonização italiana.

É uma pena que ainda hoje em caxias do Sul se dê tanta importância a um concurso de beleza de uma festa tão grande e famosa, em que as soberanas da Festa deixam transparecer aquilo que está intrínseco aos concursos de beleza: o reconhecimento da mulher como um ser belo e delicado. É por isso que em todas as Festas os comentários são os mesmos: Como assim ganhou a Fulana? A Ciclana era muuuito mais bonita!

3 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. É lamentável que em cidades como Caxias do Sul ainda predomine o prenconceito racial dos descendentes europeus, que tão bem foram recebidos no Brasil, contra os brasileiros que não tenham a pele branca e sotaque característico.

    Assim como Caxias, há centenas de outras cidades brasileiras colonizadas por povos brancos de olhos azuis com o mesmo comportamento. Os italianos e alemães são os que mais discriminam e não aceitam a integração. Sentem-se superiores pela cor da pele.

    ResponderExcluir
  3. lamentavel que os italianos e descendentes de italianos que fundaram esta cidade sejam menosprezados por metidos a esquerdistas.
    mas enfim, AS MULHERES que amam este evento, as que nao se candidatam ficam la se imaginando naquela bosta de carro alegorico. logo, quem é voce pra questionar em defesa das mulheres, se elas adoram isso? esse evento é pra elas arrumarem fama e marido rico. o resto é papo furado.

    ResponderExcluir

Somos responsáveis, mesmo que indiretamente, pelo conteúdo dos comentários. Portanto textos que contenham ofensas, palavrões ou acusações (sem o fornecimento de provas) serão removidos. Se quiser falar algo que necessite de anonimato use o email polentanews@gmail.com