quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Mesmo com grande mobilização creche pode não sair

A reunião do Orçamento Comunitário, no Bairro Mariani, no último sábado (15/10), contou com uma presença massiva de pessoas e, mesmo elegendo a escola de educação infantil como prioridade, ela corre o risco de não sair.

A escola infantil do Mariani é polêmica. As mães que reivindicam a sua construção dizem que o presidente do bairro trocou a creche por uma área de lazer. O governo Sartori faz corpo mole e diz que não é com ele!? Já houveram inúmeros protestos, caminhadas, abaixo assinados e até ações judiciais (da prefeitura contra as manifestantes). O que não houve até agora foi uma solução para que a reivindicação fosse atendida.

O movimento, então, tentou ir pelos caminhos "oficiais", ou seja, via Orçamento Comunitário. Mesmo tendo 225 pessoas participando, o presidente do bairro diz que deveria tem 1500.

1500 pessoas para garantir uma creche!!!!

Me parece um número muito exagerado. Mais estranho ainda é o presidente, que é da prefeitura municipal, parecer querer que a obra não saia. Pior mesmo é a fala do coordenador do OC, Gelso Marcon, que diz que a votação não é garantia que a obra saia.

Isso demonstra o profundo descaso que a administração Sartori está tendo para com a participação popular. As reclamações são inúmeras. Os valores que são discutos são ínfimos e muitas, diria a maioria, das obras passa sem ser discutido por ninguém. O Mariani receberá uma praça por que o presidente, aliado da prefeitura, quer. As crianças ficarão sem creche, por que quem reivindica não é aliado da prefeitura.

Isso é muito triste.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Somos responsáveis, mesmo que indiretamente, pelo conteúdo dos comentários. Portanto textos que contenham ofensas, palavrões ou acusações (sem o fornecimento de provas) serão removidos. Se quiser falar algo que necessite de anonimato use o email polentanews@gmail.com