segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Troque o carro por um passe vitalício. Na Espanha

Campanha mostra o quanto é difícil estacionar na cidade
Enquanto em Caxias do Sul a concessionária do transporte público, a Visate, fica reclamando das gratuidades e a prefeitura se demonstra apática em resolver os problemas do trânsito em nossa cidade, em outros lugares do mundo ideias originais começam a ser apresentadas para reduzir o número de veículos que circulam nas cidades.

O exemplo vem da cidade de Múrcia, na Espanha. Como o trânsito estava cada vez mais congestionado a empresa de transporte público local Tranvia de Murcia, bolou uma campanha, no mínimo, original. Quem entregar o carro "em boas condições de uso", para evitar a entrega de sucata e com os impostos em dia, ganha um passe livre vitalício para circular nos veículos da empresa. Isso mesmo, passe livre vitalício. Para provar que o carro não vá voltar para as ruas ele é desmontado peça por peça. Essas peças são repassadas à empresas de autopeças para revender para aqueles que não querem abandonar seu carro. Isso evita que donos de carros troquem por um modelo mais novo.

E dá para fiscalizar. Câmeras conectadas a internet filmam o "desmanche" do veículo. É cedo para avaliar o efeito que a campanha teve pois ela foi lançada em maio. Porém essa ação, somada ao fato do transporte público de Murcia ser feito por veículos elétricos deve melhorar, em muito, a qualidade de vida na cidade.

Não sei se essa ideia pode ser aplicada em Caxias, talvez não toda, mas temos que pensar por que nosso sistema público de transporte é tão ruim. E não somos nós que dizemos isso, são os próprios empresário. A frota de ônibus que levam e trazem passageiros para as empresas é maior do que a da Visate. Nem os próprios empresários confiam na empresa. Daí o problema é do passe livre de velinho...

Abaixo veja alguns vídeos da campanha de Murcia.






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Somos responsáveis, mesmo que indiretamente, pelo conteúdo dos comentários. Portanto textos que contenham ofensas, palavrões ou acusações (sem o fornecimento de provas) serão removidos. Se quiser falar algo que necessite de anonimato use o email polentanews@gmail.com