quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Mau exemplo no Rodeio Crioulo de Caxias do Sul

Teve gaúcho que pisou na bola no encerramento do 4º Rodeio Crioulo Nacional que aconteceu nos Pavilhões da Festa da Uva, na famosa (e famigerada) Cancha de Rodeios.

Uma denúncia anônima levou a Soama e a Brigada Militar a aprenderem 3 aparelhos utilizados para dar choques em animais. Os equipamentos estavam com caminhoneiros que os usavam para agilizar a entrada dos bois nos caminhões.

Com o flagrante eles foram encaminhados até o posto da BM que funciona nos pavilhões. Os equipamentos foram apreendidos e os caminhoneiros liberados após assinarem um termo circunstanciado.

Rodeios por si só já são uma aberração. A própria Soama já vem realizando campanhas, e denuncias, contra essa prática. O rodeio não é cultura, não é esporte, é violência gratuita. Usar animais para divertimento é cruel e prepotente, afirma a entidade.

O mais paradoxal disso tudo é que durante a maior mobilização brasileira a favor dos animais, em nossa cidade, se promovia um rodeio, e como constatado, animais eram machucados para que os peões voltassem mais rápido para casa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Somos responsáveis, mesmo que indiretamente, pelo conteúdo dos comentários. Portanto textos que contenham ofensas, palavrões ou acusações (sem o fornecimento de provas) serão removidos. Se quiser falar algo que necessite de anonimato use o email polentanews@gmail.com