Mais politicagem com a Festa da Uva

Foto: CRISTOFER GIACOMET/Divulgação
Já está virando lugar comum o uso político da Festa da Uva. Durante essa última administração foram inúmeros os casos de uso da estrutura da festa e, por que não dizer, de dinheiro público para garantir espaço na mídia para um ou outro secretário, bem como fazer um agrado para presidentes de bairro, imprensa, empresários e por aí vai.

O mais recente foi durante a assinatura de duas ordens de serviço para as últimas obras do Sistema Marrecas (mas já não estava tudo pronto? bom isso é outra história). Na solenidade além da assinatura protocolar, e necessária, do Prefeito José Ivo Sartori e do Diretor presidente do Samae, Marcos Vinícius Caberlon, o trio de soberanas da Festa, Aline Casagrande (princesa), Kelin Zanette (princesa) e a rainha Roberta Veber Toscan.

Ou elas foram elevadas ao papel de autoridade máxima, como ressaltou a coluna Mirante do Pioneiro de hoje, ou foi mais um uso politiqueiro da Festa da Uva. É bom lembrar que há dois anos atrás, durante a festa da aniversário do prefeito Sartori, o trio de soberanas também deixou sua "agenda oficial" para participar de uma festa particular.

Antes da Festa, numa ação de propaganda, para a liberação do corte de árvores do mesmo Marrecas, o trio de soberanas, numa cena bizarra, juntou-se a uma das peregrinações que foram promovidas pela prefeitura até o local. Como estavam todas paramentadas (com coroa e tudo) até o uso do capacete ficou difícil.

Mais uma vez os interesses, e o dinheiro, de todos os cidadãos são utilizados para uso de quem está no poder. Até quando isso acontecerá?

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mauro Pereira, fiel escudeiro de Eduardo Cunha na Câmara de Deputados

É um absurdo: Lasier Martins arranjou emprego para a namorada na Assembleia Legislativa

TV Caxias terá bens leiloados