PTB cresce o olho

Agora, até o PTB caxiense está rachado. De um lado está a direção estadual da sigla, com o apoio do ex-prefeito Mansueto Serafini Filho, que quer candidatura própria, ou na pior das possibilidades, vice-candidatura. De outro lado estão os atuais CC's do Governo Sartori, liderados por Adiló Didomenico que querem apoio a Alceu Barbosa Velho. O problema é que, após uma pesquisa pré-eleitoral que mostrou bons números ao PTB, o partido decidiu, em seu encontro regional sexta-feira (18), pela primeira opção, ou seja, lançar candidatura própria. Na verdade essa opção vem carregada também de agentes externos e pressões partidárias estaduais.

Quem não quer perder a boquinha é Adiló Didomenico, ex-presidente da Codeca, que está jogando a batata quente no colo de Mansueto, dizendo que o partido só terá candidatura própria se o ex-prefeito topar ser o candidato, pois caso contrário não restam pessoas que se disponham a tal. Ou seja, ele não topa ser vice de Marisa, restando apenas a alternativa de apoio a Alceu (PDT).

Além do mais, garantindo o apoio a Alceu, Adiló fica livre para concorrer a vereador após um gestão financeira de sucesso na Codeca. E, caso não se torne vereador e Alceu se eleja, garante um CC polpudo na próxima Administração.


E por fim, as ideologias partidárias para alguns já nem vale mais. Para o PTB, de raízes trabalhistas, ficar com a direita já não é novidade, muito menos o PDT que de uns tempos pra cá, em Caxias, só coliga e apoia a direita. O que interessa são os interésses eleitorais, como diria o finado Brizola.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mauro Pereira, fiel escudeiro de Eduardo Cunha na Câmara de Deputados

É um absurdo: Lasier Martins arranjou emprego para a namorada na Assembleia Legislativa

TV Caxias terá bens leiloados