quinta-feira, 4 de outubro de 2012

O que vale mais? Programas sociais ou a publicidade delas?

O que é mais importante? Ter efetivamente programas sociais que combatam as desigualdades sociais ou a publicização delas?

A FAS (Fundação de Assistência Social) é responsável por realizar programas de prevenção e combate à violação dos direitos sociais dos indivíduos, compreendendo serviços de atendimento a pessoas em vulnerabilidade social.

Em poucas palavras, a FAS mantém Centros Educativos, Centro de Assistência Social, Abrigos para crianças abandonadas, albergues e outros serviços de assistência à população de baixa renda e vítima de violência.

No site da Fundação podem-se vislumbrar, inclusive, programas divulgados que não são a própria FAS quem mantém, mas outras instituições, como é o caso do Trabalho 10.

Já a publicidade, bastante presente durante os últimos anos de governo, visa a dar visibilidade às ações do Governo e não propriamente divulgar programas ou orientar a população.

Aprecie a prioridade que o Governo Sartori deu à FAS no último período:

Ano
Orçamento da FAS
Gastos com publicidade
2009
2.725.961,72
R$ 2.120.670,00
2010
3.413.870,78
R$ 2.299.452,89
2011
4.272.035,57
R$ 2.594.206,64
2012
4.046.132,04
R$ 2.299.215,22

Os gastos com publicidade, em todos os anos foram maiores que 50% do orçamento da FAS, chegando em 2009 a representar 77,8% da receita da Fundação.

E ainda, cabe lembrar que dentro do orçamento da FAS estão todos os gastos com o funcionalismo municipal e com os aluguéis que a fundação paga.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Somos responsáveis, mesmo que indiretamente, pelo conteúdo dos comentários. Portanto textos que contenham ofensas, palavrões ou acusações (sem o fornecimento de provas) serão removidos. Se quiser falar algo que necessite de anonimato use o email polentanews@gmail.com