sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

Aumento dá água desagradou geral

Com atualização em 19/01/13 às 12h43

A Associação Caxiense de Promoção da Cidadania e Defesa do Consumidor é mais uma voz que soma-se as reclamações contra o aumento de água de quase 20%, assinado pelo ex-prefeito Sartori (PMDB) nos ultimos dias de 2012.

Segundo o presidente da Associação, Claudio Abreu, a entidade repudia o aumento. Ele também disse que já há outros pedidos, de outras entidades, para averiguar o mesmo tempo. Outro fato que indignou a associação é que uma das justificativas para o reajuste foi o fm da taxa do Fundo Municipal de Recursos Hídricos, a Taxa Sartori. Segundo o presidente o Samae deveria devolver os valores cobrados a mais e não incorpora-lôs, ao valor da água.

Outro pedido foi feito pelo vereador Rodrigo Beltrão (PT) que questiona a gestão do Samae. Na visão do petista a autarquia está sendo mal administrada o que acaba resultado que o consumidor tem que pagar a conta.

Porém causa estranheza o silêncio das grandes entidades populares de Caxias do Sul. A UAB, União das Associações de Bairros, tem um forte divergência sobre o assunto. O tema foi discutido na reunião com os presidentes, chamada Assembleia Geral, realizada no dia 5 de janeiro, porém não fazia parte da pauta. O presidente da UAB, Valdir Walter disse que a posição da entidade é contrária ao reajuste, porém o presidente da Assembleia Geral, Valdevino Tavares, que tem fortes ligações com o governo Alceu, questiona a posição de Valdir dizendo que o assunto não estava na pauta, ou seja, por puro preciosismo burocrático o governo Alceu, que tem forte influência no movimento comunitário, conseguiu calar a voz da UAB.

Os sindicatos, por sua vez, hegemonizados pelo PCdoB, que tem um CC no governo também fazem silêncio sepucral sobre o assunto. Se a população depender das entidades "oficiais", para defender seus direitos, pelo jeito estamos perdidos.

O Polenta News começou uma campanha, virtual, para mostrar o descontentamento com esse reajuste. Para participar é só clicar aqui e assinar a petição

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Somos responsáveis, mesmo que indiretamente, pelo conteúdo dos comentários. Portanto textos que contenham ofensas, palavrões ou acusações (sem o fornecimento de provas) serão removidos. Se quiser falar algo que necessite de anonimato use o email polentanews@gmail.com