quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

Benefícios do Marrecas só em 2015

Foto: Ministério do Planejamento/Divulação
Diferente de todos os veículos de comunicação de Caxias do Sul, o Polenta News, alertou que a barragem do Marrecas estava sendo inaugurada incompleta (veja aqui). Agora vem a tona que ela está muito incompleta. O que foi inaugurado foi apenas o reservatório, que nem alcançou a primeira, no caso a última se estivesse cheio, saída de captação de água. Ainda falta terminar a instalação da rede eletrica, finalizar a estação de bombeamento de água bruta, as ligações até a estação de tratamento, parte elétrica e física da estação de tratamento e, mais importante que tudo isso, a ligação com as casas das pessoas.

Entre informações desencontradas do anterior e do novo diretor do Samae, na melhor da hipóteses, o término da obra seria entre abril e maio desse ano. Quando finalizado a água que virá do Marrecas abastecerá as regiões norte e nordeste de Caxias do Sul, com isso a água do Faxinal seria deslocada para atender outras regiões.

Mesmo com a barragem e a estação de tratamento acabadas somente os bairros da região nordeste de Caxias receberiam água do Marrecas no primeiro momento. As adutoras e subadutoras que levarão água para a região norte ainda não estão prontos e as outras necessárias para levar água até os bairros mais distantes fazem parte de um pacote de obras de instalação de 45 quilômetros de canos de distribuição de água que, segundo as projeções, só estará finalizado em 2015!!!!

Isso mesmo. Venderam para a população de Caxias que a falta de água, ou o risco de racionamento seria coisa do passado já para o próximo verão. Essa foi mais uma mentira da adminstração Sartori, e distribuida pela grande mídia caxiense. Para somente uma parte da cidade isso será realidade, em 2014. Para o restante da população, principalmente a mais periférica somente em 2015, ou depois, já que a cidade cresce muito em 2 anos.

Parece que essa será uma nova promessa de campanha para as eleições de 2016 mostrar que os benefícios da obra mais cara e polêmica de Caxias do Sul podem chegar as 250 mil pessoas que foram prometidos nas propagandas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Somos responsáveis, mesmo que indiretamente, pelo conteúdo dos comentários. Portanto textos que contenham ofensas, palavrões ou acusações (sem o fornecimento de provas) serão removidos. Se quiser falar algo que necessite de anonimato use o email polentanews@gmail.com