domingo, 9 de junho de 2013

Dois pesos e duas medidas na fiscalização da prefeitura - parte 4

Fica cada dia mais evidente que a fiscalização da prefeitura municipal de Caxias do Sul é extremamente seletiva. Veja esse exemplo publicado no Facebook:

"Terminou por volta das 11 horas da manhã deste domingo a festa do Havana Café! Por toda a noite e quase toda manhã os moradores da proximidade foram importunados com o barulho produzido pelo estabelecimento, que eles insistem em chamar de música. Alguns vizinhos ligaram para a polícia e para a Prefeitura, e receberam a informação que não havia viaturas disponíveis. O problema não é de hoje. Tramita na Secretaria do Meio Ambiente, desde janeiro, abaixo-assinado com pedido de providencias, sem qualquer resposta. A fiscalização da Secretaria do Urbanismo, quando comparece no local, é iludida, com a retirada de caixas do som da área externa, que são recolocadas logo em seguida. E como nenhuma outra providencia é tomada, os que andam à margem da lei seguem em frente!"
Recentemente fecharam um casa noturna, no centro da cidade, por muito menos motivos. Será que  o secretário Municipal de Urbanismo, Fabio Vanin (PP), também tem relações conflitantes com donos de casas noturnas como alguns de seus CCs?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Somos responsáveis, mesmo que indiretamente, pelo conteúdo dos comentários. Portanto textos que contenham ofensas, palavrões ou acusações (sem o fornecimento de provas) serão removidos. Se quiser falar algo que necessite de anonimato use o email polentanews@gmail.com