quarta-feira, 23 de outubro de 2013

Faltam etnias, na Casa das Etnias

Um brinde a uma parte só de Caxias
A "Casa das Etnias", que é um ponto de cultura, inaugurado na última segunda feira ocupa um prédio da antiga Cantina Antunes. A reforma do espaço custou quase R$ 500 mil. Só há um detalhe. Faltam etnias, na Casa das Etnias.

Pesquisando um pouco no site oficial (o único que achamos) do espaço público encontramos a justificativa do projeto. "pensaram [os organizações] na oportunidade e na necessidade de reunir os descendentes de europeus (grifo nosso) para fortalecer as suas atividades e compartilhar os seus conhecimentos e suas peculiaridades" (leia aqui).

Percebe-se de início o falso conceito de que Caxias foi apenas colonizada por imigrantes europeus. E mais. Por imigrantes italianos. De fato das 6 entidades proponentes e organizadores do espaço, 3 são da cultura italiana: Associação Cultural Miseri Coloni, Grupo Cênico Eco dei Monti e Circolo Trentino di Caxias do Sul. As outras são: Representação Central da Comunidade Brasileiro-Polonesa no Brasil - Braspol (Polônia), Associação Suíço-valesana do Brasil - AVB (Suíça), Associação Cultural Germânica de Caxias do Sul - ACG (Alemanha).

O coordenador geral da casa, Iraci Marin, tenta amenizar a falta, gritante, de outros povos. "Privilegiamos as etnias principais na formação de Caxias, mas somos abertos a todas as culturas. Temos na cidade muitos árabes, portugueses, espanhóis, e mais recentemente haitianos e senegaleses, e todos são bem-vindos". Todos são bem vindos, desde que sejam visitantes! O foco é tão italocentrista que Marin se atropela quando comenta sobre os grupos de conversação: "Mas nada de línguas clássicas. Apenas dialetos, como o talian."

Como ficam todas as outras etnias que construíram e constroem a riqueza de Caxias do Sul? O mito de que só italianos colonizaram Caxias do Sul já foi derrubado há anos. Nossa cidade teve participação de diferentes povos sem contar as migrações internas, principalmente pós 1950 que trouxeram pessoas de todos os locais do Brasil. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Somos responsáveis, mesmo que indiretamente, pelo conteúdo dos comentários. Portanto textos que contenham ofensas, palavrões ou acusações (sem o fornecimento de provas) serão removidos. Se quiser falar algo que necessite de anonimato use o email polentanews@gmail.com