Marina ingressa no PSB


A decisão já está tomada e deve ser anunciada em breve. Marina Silva ingressará no Partido Socialista Brasileiro, PSB, fará dobradinha com Eduardo Campos.

A informação foi divulgada agora a pouco pela Folha de São Paulo. Segundo a reportagem o primeiro contato de Campos com a ex-senadora foi logo após a rejeição, pelo TSE, do registro da Rede Sustentabilidade (partido que Marina tentava criar). Eduardo Campos teria pego um avião e ido à São Paulo conversar pessoalmente com Marina.

A escolha pelo PSB teria se dado por conta da existência de uma estrutura nacional organizada. A outra opção, o PPS, teve uma debandada de deputados e sua bancada federal está a beira da extinção.

Mais o PSB ofereceu bem mais do que estrutura partidária. Ele ofereceu "reconhecimento político da existência da Rede" e fará algo que ele chama de "coligação democrática". Em resumo: Os membros da executiva nacional da Rede serão aceitos no PSB e poderiam re-migrar para a Rede quando o número de assinaturas fossem alcançados. Dentro do PSB Marina seria tratada com um "partido", satélite no caso, e seria uma das pré candidatas do PSB e, segundo o colunista do O Globo Merval Pereira, seria candidato quem estivesse melhor nas pesquisas.

Na última pesquisa de intenção de votos para presidente, Marina Silva aparecia em forte queda e estava com 22% das intenções de voto. Eduardo Campos aparecia com pouco mais de 5%. Obviamente, juntos, eles não chegam a 27%. O único discurso de Marina era ser uma novidade na política e ela acabou fazendo uma escolha de um partido que faz o jogo atual.

Marina trás ao PSB muito dinheiro. Natura, Itaú são dois dos principais financiadores de sua candidatura. Ainda ela conta com o forte apoio de Roberto Irineu Marinho, das Organizações Globo (com uma fortuna de R$ 7 bilhões) e foi um dos articuladores desse acordo.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mauro Pereira, fiel escudeiro de Eduardo Cunha na Câmara de Deputados

É um absurdo: Lasier Martins arranjou emprego para a namorada na Assembleia Legislativa

TV Caxias terá bens leiloados