sábado, 19 de outubro de 2013

Suíça votará projeto de Bolsa Família no valor de quase R$ 6.000 por pessoa

Um projeto de lei na Suiça quer implementar uma espécie de Bolsa Família, que garantirá cerca de 2.500 francos suiços mensalmente para todos os habitantes do país - cerca de R$ 6.000 . O país votará essa proposta através de um referendo nacional, após uma petição obter 100.000 assinaturas a favor da proposta.

Esse dinheiro deverá ser pago para todos os suiços através do Estado, que coletará essa quantia de impostos. "Isso não tem a ver com dinheiro ou pagamento. Não é contra a pobreza. A razão é expandir a liberdade para todos em pleno século XXI.", afirmou Christian Muller ao portal note-americano CNBC.

A intenção é permitir que as pessoas escolham o que fazer de suas vidas, sem se preocupar com seus futuros financeiros. Além disso, Muller acredita que o país precisa se adaptar a uma nova realidade de avanços tecnológicos e exportação de empregos. Ele cita o programa do Bolsa-Família no Brasil como uma das grandes inspirações.

A Suiça é um dos países com menor desemprego do mundo, cerca de 3%, e excelente condições de vida. Será que alguém vai dizer que isso é uma esmola e que vai gerar vagabundos? Claro que vai aparecer, todo o reacionário é desprovido de senso de ridículo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Somos responsáveis, mesmo que indiretamente, pelo conteúdo dos comentários. Portanto textos que contenham ofensas, palavrões ou acusações (sem o fornecimento de provas) serão removidos. Se quiser falar algo que necessite de anonimato use o email polentanews@gmail.com