Preocupação seletiva: apenas variação do patrimônio dos deputados é problema para RBS

Existe algumas matérias que são certas que serão publicadas em determinados períodos. Entre as reportagens que sempre aparecerão está a dos patrimônios dos candidatos a cargos eletivos. Desde que a justiça eleitoral começou a exigir, e a dar publicidade, a essa informação, isso virou pauta certa.

Na maioria das vezes o tema é tratado de maneira superficial. Foi o que fez o grupo RBS, novamente, esse ano. A editoria de política ficou mais preocupada com a evolução do patrimônio dos candidatos a deputado e "esqueceu" de analisar o patrimônio dos candidatos a Governador e a Senador.

O Polenta News, diferente da RBS, apontou que o patrimônio da candidata Ana Amélia Lemos (PP) dobrou seu patrimônio (veja aqui). A senadora dobrou seu patrimônio. O candidato do PMDB a governador, José Ivo Sartori, aumentou em 98%, tudo bem que foi em 8 anos, mas como o sistema do TSE é falho não é possível verificar o quanto foi durante o período em que foi prefeito e quanto foi depois.

No caso da reportagem do Pioneiro a discrepância entre os exemplos não é nem salientada. Assis Melo (PCdoB) apesar de ter aumentado seu patrimônio em 252%, aumentou de R$ 56 mil para R$ 199 mil. A diferença? Um apartamento. Já Maria Helena Sartori (PMDB), esposa de José Ivo Sartori, teve um crescimento de apenas 178%!. Em porcentagem é menor, mas em valores é 7 vezes maior. Seu patrimônio aumentou R$ 700 mil! Foram dois apartamentos novos, uma sala comercial e um terreno. Essa relação é tratada de maneira desigual pelo jornal.

Se é tratada de maneira desigual ela induz ao erro. Seja pela falta de análise, seja por reproduzir, de maneira equivocada uma informação. Que serviço a boa política esse tipo de matéria traz? Nenhum.

Ainda ficamos sem saber por que a RBS não comentou nada sobre a evolução patrimonial da Senadora Ana Amélia. Talvez porque ela foi muitos anos funcionária da casa.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mauro Pereira, fiel escudeiro de Eduardo Cunha na Câmara de Deputados

É um absurdo: Lasier Martins arranjou emprego para a namorada na Assembleia Legislativa

TV Caxias terá bens leiloados