segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

O calote político que os gaúchos estão levando e o calote econômico que Sartori está dando

A confirmação do Governador José Ivo Sartori (PMDB) de que o salário do funcionalismo estadual poderá atrasar mostra que estamos diante de um verdadeiro calote. Os gaúchos que elegeram o "gringo" agora descobrem o seu modus operandi e a sua inabilidade. A "inocência" de Sartori e sua equipe, que não sabiam da gravidade histórica das contas do Estado, somada a concepções neoliberais e fisiológicas levaram a um enorme arsenal de trapalhadas e contradições.

Vamos enumerar alguns desses calotes:
  • primeiro, a surpresa de que o Estado não ia bem financeiramente (novidade de mais de 20 anos);
  • a sanção da aposentadoria especial dos deputados estaduais gaúchos, que poderão receber proventos acima do teto do INSS;
  • os aumentos reais de salário para o governador, secretários e deputados;
  • o corte de policiais nas ruas e estradas e a redução da tradicional Operação Golfinho;
  • o corte do socorro aeromédico, enquanto Sartori viajava em helicóptero com UTI para um almoço privado no litoral;
  • a interrupção dos repasses financeiros aos hospitais filantrópicos;
  • a licitação para compra de lençóis e toalhas de luxo para o Palácio das Hortênsias
  • a criação de um grupo que estuda a extinção de sociedades de economia mista, fundações e empresas estatais;
  • a nomeação nepotista da primeira-dama ao cargo remunerado de Secretária Extraordinária do Gabinete de Políticas Sociais;
  • a suspensão de pagamento para os médicos que atendem pelo Instituto de Previdência do Rio Grande do Sul (IPE);
  • a redução de secretarias justificada pela redução de gastos que ainda não foram comprovados. Aliás, em cálculo rápido, houve aumento de gastos no primeiro escalão: Secretarias mais caras
O povo gaúcho ainda não sentiu, mas logo vai sentir as medidas de austeridade do novo governador. Principalmente, de início, nas áreas da saúde e segurança.
Mas se Sartori cumprir com a ameaça de que os salários dos servidores vão atrasar, o caos será generalizado!




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Somos responsáveis, mesmo que indiretamente, pelo conteúdo dos comentários. Portanto textos que contenham ofensas, palavrões ou acusações (sem o fornecimento de provas) serão removidos. Se quiser falar algo que necessite de anonimato use o email polentanews@gmail.com