quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

Prefeitura começa a discutir a Festa da Uva 2016. A população ficará de fora?

Fotos do desfile da Festa da Uva, com a Catedral ao fundo,
podem estar com os dias contados. Foto: Luiz Chaves
Amanhã de manhã a prefeitura de Caxias do Sul realizará um seminário "para buscar subsídios e sugestões para o tema da Festa da Uva de 2016". O evento acontecerá no Personal Royal Hotel, das 8h às 12h. Tanto na matéria disponibilizada no site da prefeitura, quanto no que foi divulgado pela mídia foram convidados para o evento representantes das prefeituras da região e de entidades de classe.

E a população?

Bom, aparentemente está de fora.

Com exceção de uma postagem no facebook do vice prefeito, Antonio Feldmann (PMDB) que lança a pergunta sobre o melhor local para o desfile da Festa da Uva, nenhuma outra forma de participação está prevista.

Como podemos perceber, tanto na montagem da "comissão comunitária" da Festa da Uva, quanto na Comissão que discutirá o uso da Maesa (veja aqui), a participação, até mesmo das entidades que representam a população é extremamente limitada.

Mais uma vez a Festa da Uva é planejada por apenas um setor da sociedade, aquele que detêm o poder político e econômico. Não é a toa que a Festa da Uva é cada vez mais uma festa de uma minoria.

O local do desfile


O vice prefeito lançou um questionamento pelo facebook sobre qual o melhor local para o desfile da Festa da Uva. Até o momento que essa postagem estava sendo escrita havia 55 comentários. Destes 18 não respondiam a questão levantada.

O desfile na Sinimbu liderava o levantamento com 12 menções. Em seguida, com 11, vinha a Plácido de Castro, seguida pela Perimetral Norte com 9 citações.

Parece que os planos do governo municipal em catapultar a Plácido de Castro como grande pista de eventos não colou. Apesar do discurso oficial que diz que não haverá como interromper o trânsito na via depois das novas obras do corredor de ônibus uma grande parte da população ainda acha melhor o desfile na rua central.

Outras propostas que ganham força mas são completamente descabidas. A Perimetral Norte é um exemplo disso. O local é completamente deslocado, fica retirado e será um caos levar as pessoas até lá, gerando problemas de trânsito tão grandes quanto os causados na Sinimbu.

Levar o desfile para os Pavilhões da Festa da Uva, agradaria os turistas, que já estão lá, mas retiraria os caxienses dele. Para assistir ao desfile seria necessário pagar ingresso para entrar no parque. Outra questão é que ele teria que ser completamente remodelado.

Ao vermos as discussões sobre "as interrupções do trânsito" para o desfile da Festa da Uva, uma imagem nos vem a cabeça. Gramado. Cidade que sabe muito bem fazer eventos (tanto que é a sua principal fonte de receitas). Durante meses há desfiles na rua central da cidade e não se vê ninguém reclamando disso, só pessoas felizes e faturando (como todo o gringo gosta de fazer).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Somos responsáveis, mesmo que indiretamente, pelo conteúdo dos comentários. Portanto textos que contenham ofensas, palavrões ou acusações (sem o fornecimento de provas) serão removidos. Se quiser falar algo que necessite de anonimato use o email polentanews@gmail.com