terça-feira, 24 de março de 2015

Lista do Suiçalão tem artistas, músicos e celebridades brasileiras

Alguns já se vestiram de preto dizendo que estavam de luto pelo Brasil por causa da corrupção. Outros disseram que tinham medo. Outros emprestaram sua imagem para campanhas eleitorais. Todos esses artistas e celebridades tem uma coisa em comum: tem uma, ou mais contas, na Suiça e não estão pagando imposto de renda por isso, ou seja, estão sonegando.

A lista divulgada pelo jornalista Fernando Rodrigues, do UOL e pelo Globo, trazem alguns nomes famosos do cinema e da televisão. A lista não é completa, ela é liberada a conta gotas a critério do UOL e do Globo. A lista integral tem mais de 8 mil contas de 6 mil correntistas.

Nessa listagem o nome que mais chama atenção é de Maitê Proença. Ela tem uma conta aberta, na Suiça, desde 17 de abril de 1990. Quando os dados foram extraídos com HSBC, em 2007, o saldo era de US$ 585 mil. Maitê é figurinha carimbada quando o assunto é dar declarações políticas e a se pronunciar contra programas sociais. Porém ela recebe uma pensão vitalícia, do estado de São Paulo, de R$ 17 mil mês, isso porque nunca se casou formalmente. O instituto de previdência do estado tentou na justiça retirar esse direito alegando que ela já teve uma união estável. A atriz recorreu e ganhou, na justiça o direto de continuar recebendo a pensão.

Além de Maitê, Marília Pera é outra atriz que aparece na lista. Na época ela tinha US$ 834.133 numa conta secreta na Suiça. Em 1989 ela declarou publicamente apoio ao então candidato Fernando Collor de Melo. Outra apoiadora de Collor, Claudia Raia, também mantem conta na Suiça. Na época do vazamento ela tinha US$ 135.723.

Todos os nomes dessa lista também são pessoas que receberam incentivos fiscais via Lei Rouanet.

O cineasta Andrew Waddington, mais conhecido como Andrucha, também é listado como dono de uma conta numerada no banco suíço. Sócio da produtora Conspiração Filmes, ele aparece nos registros dividindo uma conta com seu irmãoRicardo Waddington, que hoje é diretor da TV Globo. Em 2006/2007, a conta dos dois não tinha saldo.

Andrucha e Ricardo Waddington foram titulares da conta 14870 HW, aberta em 7 de março de 1997 e encerrada em 31 de janeiro de 2000.

A Conspiração Filmes, de Andrucha, captou R$ 13,4 milhões, conforme dados do Ministério da Cultura. O dinheiro foi liberado para projetos como “Taça do Mundo é Nossa Casseta & Planeta O Filme”, “Matador” e “Eu Tu Eles”.

O cineasta Hector Babenco aparece relacionado à conta 1683 JM, aberta em 25 de abril de 1988 e encerrada em 6 de janeiro de 1992. Sua produtora, a HB Filmes, já captou R$ 16,2 milhões para trabalhos como o filme “Carandiru” e a peça de teatro “Hell”.

A atriz Claudia Raia, segundo os registros do HSBC, teve uma conta na agência de Genebra, número 34738 ZES, de 3 de maio de 2004 a 5 de novembro de 2006. Era um depósito em conjunto com seu então marido, o também ator Edson Celulari. Eles se separaram em 2010. Na época em que os dados foram extraídos do banco, em 2006/2007, a conta tinha um saldo de US$ 135 mil.

Cláudia Raia, por meio de suas duas empresas denominadas “Raia Produções”, captou, de 2009 a fevereiro de 2015, um total de R$ 7,4 milhões via Lei Rouanet para os musicais “Pernas pro Ar”, “Charlie Chaplin” e “Raia 30 Anos”. A responsável pela produtora é a irmã de Cláudia, Maria Olenka de Fátima Motta Raia.

Já Edson Celulari, por meio da Cinelari Produções Artísticas, captou de 1997 a 2012 R$ 2,6 milhões para as peças “D. Quixote de lugar nenhum”, “Fim do jogo”, “Nem um dia se passa sem notícias suas” e “Dom Juan”.


Não é ilegal ter conta na Suiça ou em qualquer outro país desde que seja declarada à Receita Federal. Os titulares também devem informar ao Banco Central quando o saldo for superior a US$ 100 mil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Somos responsáveis, mesmo que indiretamente, pelo conteúdo dos comentários. Portanto textos que contenham ofensas, palavrões ou acusações (sem o fornecimento de provas) serão removidos. Se quiser falar algo que necessite de anonimato use o email polentanews@gmail.com