Policiais cívis e militares fazem protesto para cobrar de Sartori nomeação de concursados

Manifestantes preparam um "polentaço" na frente do Piratini
Policiais cívis e militares realizaram no final da manhã de hoje um protesto, em frente o Palácio Piratini, para cobrar do governador José Ivo Sartori (PMDB) as nomeações dos aprovados em concurso público em 2014. Entre policiais cívis, militares e bombeiros são mais de 2.500 pessoas que foram aprovadas no concurso e esperam serem efetivados.

As contratações de novos servidores foi uma das medidas tomadas no início do governo Sartori. Como os policiais precisam passar por um treinamento que dura quase um semestre, se as nomeações atrasarem muito eles não irão para às ruas esse ano.

Mais cedo os policiais participaram de uma audiência pública para discutir, além do atraso nas nomeações, os cortes nas horas extras, nas promoções e a possibilidade de parcelamento dos salários.

Na quinta feira, 19, o governador Sartori determinou o corte de 20% do orçamento de todas as secretárias. Essa medida apenas intensifica os problemas que a segurança pública enfrenta desde o começo do ano. São menos policias no patrulhamento e menos inspetores na investigação de crimes.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mauro Pereira, fiel escudeiro de Eduardo Cunha na Câmara de Deputados

É um absurdo: Lasier Martins arranjou emprego para a namorada na Assembleia Legislativa

TV Caxias terá bens leiloados