segunda-feira, 23 de março de 2015

Quem fala a verdade: Sartori ou Feltes

Quase três meses de governo estadual e os novos moradores do Palácio Piratini ainda ficam batendo cabeça; uns com os outros e até nas paredes (pelo que se comenta por aí).

Na última quinta feira (19) mais uma demonstração de completa dissintonia entre o governador e os secretários foi escancarada ao público gaúcho.

Durante a apresentação do "Raio X" sobre as finanças gaúchas - onde apareceram número completamente novos como se surgidos do nada - o secretário da Fazenda, Gionavi Feltes (PMDB), admitiu que o governo do estado fez uso de R$ 300 milhões dos depósitos judiciais em 2015.

Fato que seria normal se não fosse uma das principais críticas ao ex-governador Tarso Genro (PT) tanto durante a campanha, quando nesses quase 3 meses.

Acontece que o governador Sartori disse que não foi utilizado recursos dos depósitos judiciais! Em uma entrevista para a Rádio Gaúcha, Sartori tenta responder, pois ele continua sem dar uma resposta com começo, meio e fim, sobre o assunto.

Vejam abaixo a transcrição do diálogo do governador com a jornalista Rosane de Oliveira.

Rosane de Oliveira: O senhor sempre foi um crítico do uso dos depósitos judiciais, dos empréstimos, do seu antecessor, mas seu governo, para pagar salários e a dívida nos primeiros meses, teve que usar parte dos depósitos.

José Ivo Sartori: Eu não teria tanta certeza assim de que os depósitos judiciais foram usados nesse período.

Rosane: O seu secretário confirmou, governador.

Sartori: Ainda assim, eu não seria tão enfático nessa realidade.

Rosane: Nós recebemos a confirmação dele de que foi usado para pagar a dívida.

Sartori: Essa questão que fica a tua palavra contra a nossa.

Rosane: Mas é a palavra do seu secretário, governador.

Sartori: São detalhes que não ajudam o conjunto. O que é certo é que ou nós fazemos um pacto de unidade no RS e trabalhamos todos juntos para construir uma nova realidade. Porque, com humildade e com serenidade, nós precisamos de todos.

Em quatro perguntas Sartori não consegue dar uma resposta calcada na realidade. Em bom português: Ele enrolou!

Em nota, após o programa a assessoria de imprensa do Piratini esclarece que Sartori achava que o recurso era destinado para o pagamento dos servidores.

Além de não apresentar nenhuma alternativa para o caos que o governador Sartori diz que o estado se encontra ele ainda "bate cabeça" com seus secretários. Nesse momento é que se percebe a falta que faz Marcos Martinelli, o marqueteiro da campanha de Sartori, que durante os debates levantava placas com dicas para o Gringo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Somos responsáveis, mesmo que indiretamente, pelo conteúdo dos comentários. Portanto textos que contenham ofensas, palavrões ou acusações (sem o fornecimento de provas) serão removidos. Se quiser falar algo que necessite de anonimato use o email polentanews@gmail.com