quinta-feira, 21 de maio de 2015

Baderneiros tumultuam encontro contra o ódio na internet

Um grupo de baderneiros obrigou o encerramento, mais cedo, de um debate sobre o "#HumanizaRedes: Juntos contra o ódio e a intolerância na internet". O encontro era iniciativa da deputada estadual Manuela D'Ávila (PCdoB) e contou com a presença dos jornalistas Juremir Machado, Moisés Mendes e Luciano Potter e do chefe de gabinete da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, Roberto Nascimento. 

Esses elementos começaram a causar confusão já na fala de Juremir Machado. Durante a abertura de falas da plateia, durante uma fala de um integrante do MST. Antes dele terminar sua fala uma turba enfurecida começou a proferir palavras de baixo calão e a gritar. Segundo Juremir Machado a intenção do grupo era agredir a deputada Manuela. 

O evento acabou sendo cancelado. A contradição foi que um evento que foi discutir o ódio na internet tenha sido interrompido pelo ódio na vida real. Outro ponto de infelicidade é que a segurança da Assembleia, que é muito eficiente para impedir que os movimentos sociais entrem no prédio para defesa de seus direitos tenha deixado que uma atividade, que acontecia na própria assembleia tenha sido impedida de continuar. 

Quem acha que esse grupo de aaruaceiros é espontâneo se engana. Segundo relatos dos presentes havia alguams pessoas ligadas ao deputado estadual Marcel Van Harten (PP),  que é celebre na propagação de mensagens de ódio e intolerância nas redes. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Somos responsáveis, mesmo que indiretamente, pelo conteúdo dos comentários. Portanto textos que contenham ofensas, palavrões ou acusações (sem o fornecimento de provas) serão removidos. Se quiser falar algo que necessite de anonimato use o email polentanews@gmail.com