Centenas protestam contra cortes na saúde do governo Sartori

Centenas de trabalhadores e usuários de hospitais filantrópicos e Santas Casas de todo o estaddo protestaram nesta quarta-feira (13), em frente ao Palácio Piratini, contra os cortes na saúde por parte do governo Sartori (PMDB). 

O governo estadual cortou em R$ 500 milhões o orçamento da saúde. Desse valor R$ 300 milhões dizem respeito aos hospitais filantrôpicos. Esse valor era repassado em forma de co-participação ao valor repassado pelo SUS. 

Com o corte de recursos os hospitais filantrôpicos afirmam que havará redução de atendimentos. “Esses atendimentos serão deixados de ser realizados ao longo do ano, porque cada contrato de hospital tem que ser repactuado devido à nova situação”, lamentou o presidente da federação, Francisco Soares Ferrer.

Após o ato, os representantes entregaram um documento para ser submetido à análise do governo sobre a situação nas instituições. “Queremos ver se o governador vai marcar uma agenda conosco. Precisamos de uma resposta”, disse Ferrer. Ele irá integrar a comitiva que vai a Brasília no início de agosto falar com o governo nacional sobre a situação nos estados.

O governo estadual argumenta que os valores "estão rigorosamente em dia a partir de dezembro de 2014". Porém com a redução do orçamento para a secretaria da saúde é inevitável que faltará recursos até o final do ano. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mauro Pereira, fiel escudeiro de Eduardo Cunha na Câmara de Deputados

É um absurdo: Lasier Martins arranjou emprego para a namorada na Assembleia Legislativa

TV Caxias terá bens leiloados