Líder do "Vem pra Rua" mata trabalho e vai pra rua

Líder de um dos movimentos contra a presidenta Dilma Rousseff, que se diz apartidário, Armando Fontoura é filiado ao PSDB, foi inclusive eleito secretário municipal do partido em Vitória no último domingo. Mas ele tem outra característica na sua vida pregressa, batia o ponto e não ia trabalhar. 
Fontoura aparece em um vídeo em 2013, e só divulgado agora pelos seus correlegionários, onde ele é flagrado por câmeras de Câmara Municipal de Vereadores de Vitória batendo ponto de bermuda, camiseta, sandálias e óculos escuros e indo embora sem trabalhar. 

O resultado, da fugidinha, custou o seu emprego. Questionado pelo jornal A Tribuna sobre se sua conduta, enquanto assessor, condizia com o que prega nas ruas, Fontoura respondeu: "Minha luta sempre foi pública e quem me conhece sabe que eu não coaduno com nenhum tipo de malfeito". Resposta padrão que se viesse de outra pessoas, Fontoura diria que é desculpa de político.
No último domingo Fontoura teria feito mais uma atitude muito diferente do que aquelas que ele esbraveja vestido com a camiseta da CBF. Ele teria fraudado a eleição interna do PSDB. Segundo integrantes do partido que fizeram a denúncia, Fontoura filiaou várias pessoas de sua família para participar da eleição. O Armando conseguiu filiar pessoas que nunca tiveram ligação com o PSDB. Ele ligou para os parentes irem votar. Teve gente que foi votar de pijama", contou Bárbara Kuster, 25. 

Com informações do Brasil 247

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mauro Pereira, fiel escudeiro de Eduardo Cunha na Câmara de Deputados

É um absurdo: Lasier Martins arranjou emprego para a namorada na Assembleia Legislativa

TV Caxias terá bens leiloados