terça-feira, 16 de junho de 2015

Por falta de repasse do governo do estado Pompeia fechará leitos

O que já havia sendo tido há meses começou a acontecer. O Hospital Pompeia afirma que será fechados 5 dos 20 leitos de UTI Adulta e 2 dos leitos neonatal e ainda 11 leitos de enfermaria. Todos esses leitos são destinados ao SUS. 

O governo Sartori tem uma dívida de R$ 540 milhões em repasses com 245 hospitais filantrópicos e Santas Casas. Só ao Hospital Pompeia deixou de receber R$ 2,5 milhões nos 5 primeiros meses do governo do estado. 

Fatos semelhantes estão acontecendo em todo o Rio Grande do Sul. Mais de 14 mil por mês podem ser prejudicadas pelo corte dos repasses estaduais (veja aqui). E o problema não tende a terminar. Como Sartori prolongou o decreto de contenção de recursos os atrasos continuarão, no mínimo, até o final do ano e, com certeza, levará muito tempo para recuperar.

Outra consequência é que dificilmente o governo do estado irá cumprir o mínimo constitucional de 12% na saúde (conquistado no governo Tarso) sem que seja feito um grande malabarismo contábil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Somos responsáveis, mesmo que indiretamente, pelo conteúdo dos comentários. Portanto textos que contenham ofensas, palavrões ou acusações (sem o fornecimento de provas) serão removidos. Se quiser falar algo que necessite de anonimato use o email polentanews@gmail.com