Dilma inaugura "ponte que não iria sair"

Com informações de Conversa Afiada/Paulo Henrique Amorim
A presidenta Dilma inaugurou onte, 15, a ponte Anita Garibaldi, em Santa Catarina, que faz parte da duplicação da BR 101. Essa obra, feita pelo PAC, põe fim aos congestionamentos naquele trecho.

Em seu discurso a presidenta disse que, em 2012, esteve no local para ver onde sairia a ponte. Três anos depois ela é inaugurada.

A ponte tem 2.830 metros e suportará um tráfego superior a 40 mil veículos diários. O custo total da obra foi de R$ 777 milhões.

A obra é importante também para a economia da região Sul, uma vez que a BR-101 Sul é o principal corredor de acesso aos países do Cone Sul do Mercosul, além de ser a principal ligação rodoviária entre São Paulo e Buenos Aires.

A ponte também é relevante para facilitar o turismo na região, que atrai turistas brasileiros e estrangeiros, afirma o empresário Pedro David de Andrade. Dono de um restaurante, Pedro acredita que a ponte é o que faltava para a região deslanchar de vez como destino turístico.

“Nós, do ramo de restaurantes e hotéis, e até para os comerciantes do centro, aguardamos essa obra ansiosamente porque nossa cidade vai ter uma expansão muito grande. O fluxo de pessoas vai ser maior. O pessoal às vezes deixa de vir no final de semana para curtir a cidade, que é uma cidade turística, por causa do trânsito. A ponte vai resolver isso, além de ser um cartão postal, que vai ficar”.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mauro Pereira, fiel escudeiro de Eduardo Cunha na Câmara de Deputados

É um absurdo: Lasier Martins arranjou emprego para a namorada na Assembleia Legislativa

TV Caxias terá bens leiloados