quinta-feira, 30 de julho de 2015

Governo Sartori é como uma mesa de colônia. Sempre tem lugar para mais um afilhado

Perdeu a eleição? Não tem problema. Se for aliado do governador José Ivo Sartori (PMDB) tem um cargo para não deixar o amigo na mão. Não importa se tem qualificação ou não, uma diretoria de fundação ou um conselho tá garantido.

Ai tem músico em banco, presidente da juventude do PMDB cuidando de armazém, ex vereador tucano em companhia de gás e por aí vai a bandalheira.

Um pedido de informações solicitado pela Zero Hora Rádio Gaúcha (deve estar faltando anúncio do governo do estado) listou os membros de conselhos de empresas estatais. A lista tem candidato derrotado, vereador, membro do partido e toda a sorte de cabos eleitorais.

O prêmio é ganhar de R$ 2 mil a R$ 8 mil por mês sem trabalhar. É necessário somente ir a uma reunião por mês, e para a maioria dos indicados e recomendado que nem abram a boca.

Essa turma está acomodada em cargos públicos e grande parte não tem nenhuma qualificação para estar lá. Além de não ajudarem nas políticas estratégicas das empresas ainda sugam dinheiro do estado, que segundo o governador Sartori está em falta. Mas não falta para o salário dele, nem dos secretários e dos penduricalhos que cabos eleitorais que ganharam emprego.

A lista é vergonhosa. Confira abaixo a relação publicada no site da rádio:

Banrisul – Conselho Administrativo – R$ 8.243,92 por mês

João Carlos Brum Torres – Foi um dos coordenadores do plano de governo na campanha de José Ivo Sartori (PMDB)

Banrisul – Conselho Fiscal – R$ 6.595,13 por mês

Urbano Schmitt – Secretário municipal de Gestão de Porto Alegre. Foi vice-presidente do Banrisul entre 2003 e 2007 e diretor de crédito do banco entre 2007 e 2010.

Banrisul Corretora De Valores Mobiliários e Câmbio – Conselho Administrativo R$ 2893,03 por mês

Gilmar Peruzzo – vereador em Nova Prata (PMDB)

Banrisul Corretora de Valores Mobiliários e Câmbio – Conselho Fiscal R$ 2169,77

Cláudio Antonio Pasa – Integrante do PMDB de Farroupilha

Banrisul Corretora de Valores Mobiliários e Câmbio – Conselho Fiscal R$2169,77

Marcus Vinicius Berthier de Araujo Góes, subchefe de Ética, Controle Público e Transparência (também faz parte do conselho da Corag, com salário de R$ 2.230,85)

Banrisul Armazéns Gerais – Conselho Administrativo, R$ 2.893,03 por mês

Carlos Renato Vargas De Abreu – atuou como assessor do ex-senador Pedro Simon (PMDB)

Banrisul Armazéns Gerais – Conselho Administrativo, R$ 2.893,03
José Paulo de Almeida, ex-prefeito de Bom Jesus (PMDB)

Banrisul Armazéns Gerais – Conselho Fiscal, R$ 2.169,77
Roberto Fantinel – presidente da Juventude do PMDB, ex vereador

Banrisul Cartões – Conselho Administrativo, R$ 2.893,03
Mateo Rota Chiarelli – filiado ao DEM, foi candidato a deputado estadual na última eleição. Também foi candidato a prefeito de Pelotas, em 2012.

EGR – Conselho Administrativo – R$ 1.785,59 por mês
Gilberto Machado de Pinho, secretário-substituto da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, atuou na prefeitura de Rio Grande na gestão de Fábio Branco

Mário Rache Freitas, chefe de gabinete da Secretaria do Planejamento e Desenvolvimento Regional

Jackson Valenti Nogueira, ex-assessor do chefe da Casa Civil, Márcio Biolchi

Sulgás – Conselho Administrativo – R$ 2.777,60 por mês
Mauri Nunes da Silva, ex-vereador do PSDB de Novo Hamburgo

Diego Machado Pacheco, sub-chefe adjunto da Casa Civil

Conselho Administrativo da Procergs – R$ 2.664,12 por mês
Luiz Antônio Bins, secretário-adjunto da Secretaria da Fazenda

Bruno Seger, suplente de vereador pelo PMDB em Nova Petrópolis, atualmente é secretário de administração do município

José Alfredo Pezzi Parode, presidente do IPE

Procergs – Conselho Fiscal – R$ 1.998,09 por mês
Beatriz Gaspar Fagundes, chefe de gabinete do secretário da Fazenda, Giovani Feltes, foi candidata a vereadora pelo PMDB em Campo Bom

Eloi Antonio de Paula, secretário de Desenvolvimento Econômico, do Trabalho e Turismo de Sapiranga (PMDB)

CRM – Conselho Administrativo – R$ 2565,16 por mês
Mauri Nunes Da Silva, ex-vereador em Novo Hamburgo (PSDB)

Vardelan Frank Carvalho, diretor-geral da Secretaria Estadual de Transportes e Mobilidade

Adão Carlos Flores da Cunha, vereador em Minas do Leão (PP)

CRM – Conselho Fiscal – R$ 1.892,79 por mês
Vera Inês Lermen, foi assessora do PMDB e secretária da Comissão de Finanças, Planejamento, Fiscalização e Controle da Assembleia Legislativa

Itagoré Poglia, ex-chefe de gabinete do deputado Gilberto Capoani (PMDB)

Neusa Kempfer, presidente da Fundação Estadual de Produção e Pesquisa em Saúde (FEPPS)

Corsan – Conselho Administrativo – R$ 3.989,08 por mês
Valmor Luis Krysczun – foi chefe de gabinete do deputado Gerson Burman (PDT), integra o diretório municipal do PDT em Ijuí

Luis Fernando Schmidt – prefeito de Lajeado (PT)

Corsan – Conselho Fiscal – R$ 1.495,81 por mês
Demétrio Carlos Lazzaretti – prefeito de São Marcos (PP)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Somos responsáveis, mesmo que indiretamente, pelo conteúdo dos comentários. Portanto textos que contenham ofensas, palavrões ou acusações (sem o fornecimento de provas) serão removidos. Se quiser falar algo que necessite de anonimato use o email polentanews@gmail.com