Manobra fiscal: empresas sonegam R$ 240 bilhões em impostos por ano em transações internacionais

O valor sonegado de R$ 240 bilhões é 40 vezes o valor desviado da Petrobras pela Lava Jato, mas isso não gera notícias diárias na televisão


Por meio de manobras legais empresas que tem matriz e filiais em países distintos gera uma evasão fiscal de cerca de R$ 240 bilhões por ano. O valor é superior ao investido em educação e saúde pelo governo federal.

"Elas [as empresas] manipulam preços para reduzir tributo no país produtores, como é o caso do Brasil. A partir daí ampliam da margem de lucro em paraísos fiscais", explicou o diretor do Instituto de Justiça Fiscal, Dão Real dos Santos.

A declaração foi feita durante o debate "Arquitetura financeira e econômica internacioal e seus mecanismos de evasão" que aconteceu nessa semana passada em Porto Alegre.

Todo esse dinheiro desviado faz falta no Brasil e aumenta gravemente as desigualdades sociais no mundo. Já existe uma campanha internacional "Que as transnacionais paguem o justo", que denuncia essas manobras que desviam impostos em todos os países.

Também para termos de comparação, R$ 240 bilhões são 40 vezes o valor desviado da Petrobras pela Lava Jato, mas isso não gera notícias diárias na televisão.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mauro Pereira, fiel escudeiro de Eduardo Cunha na Câmara de Deputados

É um absurdo: Lasier Martins arranjou emprego para a namorada na Assembleia Legislativa

TV Caxias terá bens leiloados