sexta-feira, 31 de julho de 2015

"não saiam de suas residências na 2ª feira" alerta associações de policiais militares

O alerta foi divulgado em um documento assinado por nove associações de policiais militares.

A nota fala que o Governdo Sartori (PMDB) descumpre a lei e as determinações judiciais ao não pagar integralmente os salários dos servidores. As entidades afirmam, por conta disso, que os Policiais Militares e Bombeiros estão psicologicamente destruturados e não tem condições de efetuarem o serviço de policiamento ostensivo.

Por conta disso, segue a nota, "na segunda feira os servidores ficarão aquartelados, mas em respeito à sociedade as viaturas sairão para atendimento exclusivo de urgências/emergências, retornando logo após o atendimento aos quarteis".

E orientam "a população do Rio Grande do Sul, que vê a criminalidade se alastrar diariamente, que não saiam de suas residências na segunda feira".

Parea finalizar eles vão até onde nenhum policial gaúcho já foi, a beira da quebra da cadeia de comando, já que o governador é o comandante maior da Brigada Militar, ao afirmar que "não podemos receber ordens de quem não cumpre a lei e comete crime de desobediência".

Na manhã de hoje (31) antes da reunião de todas as entidades a Associação Beneficente Antonio Mendes Filho afirmou que iria pedir na justiça a prisão do governador Sartori por descumprimento da ordem judicial.

Na segunda feira haverá paralisação geral, por 1 dia de todos os servidores do estado. Nos outros dias as paralisações serão regionais até o dia 18 quando haverá uma assembleia geral unificada, a primeira da história do Rio Grande do Sul, que pode deflagrar uma greve geral.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Somos responsáveis, mesmo que indiretamente, pelo conteúdo dos comentários. Portanto textos que contenham ofensas, palavrões ou acusações (sem o fornecimento de provas) serão removidos. Se quiser falar algo que necessite de anonimato use o email polentanews@gmail.com