quarta-feira, 22 de julho de 2015

Polentinha: PF esconde nome de José Serra em relatório sobre telefone de Odebrecht



A análise da Polícia Federal no celular de Marcelo Odebrecht, presidente da empreiteira que está sendo investigada na operação Lava Jato mostrou inúmeras mensagens codificadas. MT, segundo a polícia seria o vice presidente Michel Temer; GA é Geraldo Alckmin, governador de São Paulo. Lá pelas tantas até apareceu um ECunha, numa nítida referência a Eduardo Cunha, presidente da Câmara.

O relatório que é detalhado ao mostrar nomes, em um momento coloca uma tarja sobre um nome que é abreviado como JS, ou seja, José Serra. Essa conclusão é feita pois o nome de Serra constava no relatório inicial da perícia.

A PF estaria blindando o senador tucano?

Por que esse é um dos únicos nomes que está tarjados?

Essa investigação já deixou buracos demais em tempo de menos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Somos responsáveis, mesmo que indiretamente, pelo conteúdo dos comentários. Portanto textos que contenham ofensas, palavrões ou acusações (sem o fornecimento de provas) serão removidos. Se quiser falar algo que necessite de anonimato use o email polentanews@gmail.com