sábado, 11 de julho de 2015

Vida tranquila da assessora do PMDB

23 de junho, uma terça feira. Assessora compartilha sua "agenda" da tarde

O Jornal Pioneiro na edição de quinta feira (09) apresentou uma reportagem que deveria ser estarrecedora, mas acabou caindo no silêncio durante a semana. A reportagem em questão fala sobre a assessora do deputados estadual Alvaro Boésio (PMDB), Milena Darsie Baldasso de 19 anos.

Milena tinha uma vida bastante tranquila. Empregada como assessora nível 1, tinha um salário de R$ 2.800,00. Baixo para os padrões da Assembleia, mas elevado para quem, como ela, não trabalhava.

A reportagem trouxe postagens onde Milena postava, em uma rede social num dia de semana: "vou aproveitar e ficar embaixo das cobertas a toda a tarde" ou "só não reclamo mais pq pelo menos eu não trabalho e posso fazer os trabalhos durante a semana".

Na cidade as lideranças do PMDB não reconheciam Milena como assessora, na assembleia ídem. Ela ganhou o cargo, sim por que foi um presente, em maio de 2014, no lugar do pai.

Estarrecedor é Boésio dizer que a assessora tem "tempo livre". Estarrecedor é saber que Boésio é o líder do PMDB, partido do Governador, na Assembleia. Estarrecedor é saber que ela já recebeu mais de R$ 33 mil em salário sem trabalhar. Estarrecedor é saber que esse não é o único caso. Estarrecedor é saber que isso não dará em nada.

O Polenta News já publicou dezenas de casos semelhantes. A imprensa idem. Geralmente os envolvidos são parlamentares que dão discurso sobre ética e representação do "cidadão de bem", mas sempre tem um irmão, mulher ou cabo eleitoral recebendo sem trabalhar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Somos responsáveis, mesmo que indiretamente, pelo conteúdo dos comentários. Portanto textos que contenham ofensas, palavrões ou acusações (sem o fornecimento de provas) serão removidos. Se quiser falar algo que necessite de anonimato use o email polentanews@gmail.com