quarta-feira, 19 de agosto de 2015

A indústria das multas da Prefeitura e do Governo do Estado

Você deve ter percebido que nos últimos meses vem aumentando significativamente as operações de fiscalização de trânsito (blitzes) . A orientação do Governo Sartori (PMDB) ao Detran é de aumentar cada vez mais essas operações. A fiscalização de trânsito, sem sombra de dúvidas é importante para evitar acidentes e principalmente mortes. Ocorre que o governo Sartori tem outra visão sobre a fiscalização, que nada tem haver com educação e prevenção no trânsito, as operações são meramente arrecadatórias. Os valores arrecadados com as multas de trânsito vão diretamente para os governos municipais e estaduais que deveriam aplicar esses recursos nas estradas, em campanhas de conscientização e em obras que melhorem a segurança no trânsito.

De olho na ampliação das multas e da fúria arrecadatória, o prefeito Alceu (PDT) através do Secretário de Trânsito e Transporte (Marrachinho) anunciou que vai acionar as câmeras de vídeo dos principais cruzamentos da cidade para multar quem atravessar o sinal vermelho nas madrugadas. Especialistas em segurança pública incentivam as pessoas a não pararem no sinal vermelho no período da madrugada. A orientação sempre foi para atravessar os cruzamentos mesmo com os sinais vermelhos, sempre com a devida cautela obviamente, evitando acidentes. Isso tudo porque, nesses horários, a cidade fica deserta propiciando a atuação de assaltantes, sequestradores e bandidos em geral. Essa orientação é defendida há anos pelos especialistas em segurança pública como forma de evitar situações de perigo. 

No entanto, a prefeitura prefere multar quem continuar com essa pratica preventiva. Ou seja, o cidadão será obrigado a escolher se prefere correr o risco de morte parado no sinal nas madrugadas desertas ou então ser multado por câmeras da prefeitura. Estamos diante de dois deveres, um de prevenir acidentes com a fiscalização das normas de trânsito em confronto com o dever de prevenir situações que possam colocar a vida em risco. O que parece é que os governos Alceu e Sartori não estão preocupados com nenhuma dessas prevenções e sim com da ampliação da arrecadação de seus orçamentos por vias de multas e mais multas, sem o compromisso da conscientização e educação para o trânsito.

3 comentários:

  1. Deveriam multar os ônibus da Visate que não utilizam a faixa exclusiva para eles quando possível. Ainda não perceberam que são eles que atrapalham todo o trânsito da cidade?

    ResponderExcluir
  2. Tem familiar fora do estado?
    Transfere o veículo pra lá pra eles perderem arrecadação.
    Outra boa é processar o estado por cada buraco que passar e estragar algo,demora mas ganha.
    E principalmente não votem neles.

    ResponderExcluir
  3. Se o estado está desse jeito é porque o cidadão não paga os impostos em dia, ou nem pagam. A verdade é que o brasileiro só respeita a hora que dói no bolso. E as câmeras pra multar é a melhor coisa, vai ter uma pessoa monitoramento, e é pra pegar os boneco que passam a 80km/h em pleno centro na madrugada , e não os que param e são cuidadosos ao passar.

    ResponderExcluir

Somos responsáveis, mesmo que indiretamente, pelo conteúdo dos comentários. Portanto textos que contenham ofensas, palavrões ou acusações (sem o fornecimento de provas) serão removidos. Se quiser falar algo que necessite de anonimato use o email polentanews@gmail.com