sexta-feira, 14 de agosto de 2015

Agosto será marcado por grandes manifestações

Agosto de 2015 será marcado por grandes manifestações populares, em especial no RS. São no mínimo 6 grandes manifestações nesse mês, sendo 3 de caráter nacional, 2 estadual e uma local.

Três dessas manifestações já ocorreram. No dia 11, o CPERS organizou nas principais cidades do RS atos contra o governo Sartori que parcelou os salários dos servidores estaduais. Em Caxias, o ato reuniu cerca de 300 professores. No dia 12, a 5 ° Marcha das Margaridas reuniu em Brasília 70 mil mulheres com o tema: Desenvolvimento Sustentável com Democracia. As mulheres foram recebidas pela presidente Dilma (PT) que se comprometeu com pauta das mulheres rurais. A presidenta foi ovacionada no estadio Mané Garrincha aos gritos de "nao vai ter golpe" "fica Dilma" e "fora Cunha", outra lema da marcha estampado na maioria das faixas e nos discursos era a seguinte: "Marcharemos até quando? até quando sejamos livres". A Marcha das Margaridas tornou-se um símbolo da retomada das relações do governo com os movimentos sociais, que no dia 13 receberá cerca de 1.000 lideranças, também com a presença de Dilma, inaugurando o programa Diálogo com os Movimentos Sociais.

Também no dia 12, os servidores municipais de Caxias do Sul paralisaram suas atividades na luta por aumento salarial e em repúdio ao prefeito Alceu Barbosa (PDT) que se mostra intolerante a pauta dos servidores.

No dia 16, a manifestação nacional será contra o governo Dilma. É a primeira vez que esse movimento terá apoio e financiamento explícito da oposição, em especial do PSDB. Em outras edições dessa manifestação, a tônica foi o golpe e os pedidos de impeachment e de intervenção militar. Se a pauta golpista continuar no dia 16, partidos como o PSDB definitivamente marcarão sua passagem do campo democrático para o campo do autoritarismo.

No dia 18, mesmo com o pagamento da segunda parcela do salário dos servidores estaduais, continua marcado o grande ato unificado de todas as categorias do estado. Professores, bombeiros, policiais militares, policiais civis, técnicos científicos e outros estarão nas ruas de Porto Alegre contra o parcelamento salarial do Governador Sartori (PMDB).

Por fim, no dia 20 os movimentos sociais vão as ruas em defesa da democracia e do governo Dilma. Serão centenas de cidades que farão manifestações contra o golpe de impeachment que esta sendo ensaiado no congresso. Em Caxias do Sul, a concentração esta marcada para as 17h na praça Dante.

Portanto, o mês de agosto é de grande efervecência política e social, basta saber de que lado você vai "sambar", dos trabalhadores ou dos patrões? da democracia ou dos golpistas?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Somos responsáveis, mesmo que indiretamente, pelo conteúdo dos comentários. Portanto textos que contenham ofensas, palavrões ou acusações (sem o fornecimento de provas) serão removidos. Se quiser falar algo que necessite de anonimato use o email polentanews@gmail.com