sábado, 29 de agosto de 2015

Deputado do DEM quer fazer algo inédito: processar um personagem

Depois de Dilma Bolada quem será o próximo
"alvo" da oposição?
O deputado federal Alexandre Leite (DEM-SP) entrou com um requerimento na CPI de Crimes Cibernéticos pedindo a quebra dos sigilos bancário, fiscal, telefônico e telemático do publicitário Jeferson Monteiro, criador do perfil “Dilma Bolada”.

O parlamentar oposicionista também pede a convocação para depor de Monteiro e de Danielle Fonteles, proprietária da agência Pepper Interativa.

Criada em julho, a comissão foi proposta pelo deputado Sibá Machado (PT-AC) e tem como foco a investigação de crimes cometidos no ambiente virtual e os impactos deles na economia e na sociedade brasileira.

Em geral, a linha de investigação da comissão apura crimes sexuais, especialmente aqueles cometidos contra crianças e adolescentes, e fraudes no sistema financeiro com milhares de vítimas. Ou seja, o pedido feito pelo parlamentar do DEM sairia do escopo principal de investigação.

“A Constituição Federal determina que uma CPI tem que ter necessariamente um fato determinado para investigação. O que está acontecendo na Câmara dos Deputados é um abuso nas investigações. No caso da de crimes cibernéticos o objeto da investigação é o desvio de dinheiro do sistema financeiro na internet. E o nobre deputado Alexandre Leite (DEM-SP) decidiu pedir a quebra do sigilo da Dilma Bolada”, diz o editor da Fórum, Renato Rovai, em seu blog (leia aqui).

Na justificativa, baseada em matéria da revista Época, Leite destaca a “relevância na última campanha eleitoral a atuação das chamadas ‘guerrilhas virtuais’, as quais utilizam o ambiente da internet para caluniar, difamar, injuriar e proferir toda espécie de ofensas contra partidos e candidatos. Escondidos por trás de perfis anônimos ou ‘fakes’”.

O parlamentar destaca entre os perfis que “militam politicamente” a página de “Dilma Bolada”. “Criada pelo publicitário carioca Jeferson Monteiro, a personagem faz sátira elogiosa da Presidente da República e tira sarro dos adversários políticos. Atualmente, o perfil possui 1,6 milhão de seguidores no Facebook e 457 mil no Twitter”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Somos responsáveis, mesmo que indiretamente, pelo conteúdo dos comentários. Portanto textos que contenham ofensas, palavrões ou acusações (sem o fornecimento de provas) serão removidos. Se quiser falar algo que necessite de anonimato use o email polentanews@gmail.com